Registrar-se

Superstições relacionadas com o jogo

É supersticioso? Tem algum amuleto da sorte consigo quando joga? Evita jogar se for Sexta-feira 13? Estudos apontam que os jogadores de casino são as pessoas mais supersticiosas do planeta, o que acaba por não ser uma surpresa, tendo em conta que o jogo é 95% sorte e apenas 5% estratégia ou táctica. Mas, afinal, o que é realmente uma superstição? superstitions

Uma superstição é uma crença vastamente aceite de que um determinado dia, acção, objecto ou animal pode influenciar um evento, seja negativamente ou de forma positiva. Já todos batemos na madeira três vezes para afastar o azar ou fizemos figas para que algo bom acontecesse. Estas crenças nada têm a ver com lógica e nunca se conseguiu provar que, de facto, passar debaixo de um escadote ou partir um espelho nos trouxesse azar, mas facto é que se instalaram de tal forma no nosso subconsciente que acabam por influenciar o nosso comportamento. Women looking in mirror lemaodoce.blogspot.com

Algumas superstições são seculares, como a Sexta-feira 13, com origem num terrível massacre dos templários que de tal forma impressionou as pessoas que, ainda hoje, esse dia é associado ao azar. E acredite que há mesmo quem não jogue numa Sexta-feira 13, tal como há casinos em hóteis que não possuem o quarto n.º13. Vejamos algumas superstições relacionadas com o jogo: – vestir determinada peça de roupa ou cor – escolher um determinado dealer – entrar com o pé direito no casino ou sala onde se vai jogar – transportar um amuleto da sorte como uma ferradura de cavalo, trevo ou outro – soprar os dados ou esfregá-los antes de os lançar – não deixar ninguém tocar nas suas fichas Já todos um dia experienciámos – por pura coincidência, diga-se! – que no dia em que vestimos uma determinada peça de roupa ou cor, ou escolhemos um determinado dealer, temos sorte. Admitamos: se quando fazemos algo pela primeira vez temos sorte, vamos associar o que temos connosco como algo que influenciou o resultado. “O azul traz-me sorte.” ou “Só jogo se o António estiver comigo.” São frases que já proferimos. No entanto, segundo a Psicologia, esta “sorte” ou “sensação de sorte” tem uma explicação. Vamos imaginar que da primeira vez que jogamos roleta acabámos de estrear a nossa nova camisa verde. Por coincidência ganhamos uma boa quantia. Saimos da mesa a dizer “Da próxima vez que aqui vier, trago esta camisa outra vez.” O que acontece é que, essa boa sorte inicial vai fazer-nos sentir mais confiantes da próxima vez e essa confiança vai influenciar o nosso resultado. O oposto acontece se tivermos deixamos a camisa em casa: a confiança desvanece-se e os resultados podem não ser os melhores. Além do mais, quando sentimos que determinadas peças de roupa nos ficam bem, isso também vai, inevitavelmente, aumentar a nossa confiança. Entrar com o pé direito é algo que se extende mais além do que a esfera dos casinos. Sabia que, em italiano, esquerda é “sinistra”? Pois... Quem é que vai acreditar que algo sinistro lhe dá boa sorte? Os amuletos são imensos e podem não ser os tradicionais. Há quem, por exemplo, acredite que transportar consigo uma foto de um ente querido vai levar-lhe sorte. Tocar na madeira ou fazer figas antes do jogo começar também são pequenos rituais conhecidos nos casinos. Já soprar os dados ou esfregá-los tem uma origem que não é tão inocente como se possa pensar. Antigamente, os jogadores, para tentarem obter um determinado resultado a seu favor (vulgo, fazer batota), colocavam uma substância pegajosa nos dados que activava quando soprada ou esfregada. Hoje em dia chamamos ao agitar os dados nas mãos “baralhar”. Estas são apenas algumas das superstições associadas ao jogo que se encontram em casinos. Identifica-se com alguma? Conhece outra que tenha visto ou em que você mesmo acredite? Partilhe-a comigo nos comentários. Gostava de saber. No entanto, supersticioso ou não, o que interessa é que se divirta enquanto joga. A boa disposição influencia a confiança e, quiçá, o resultado do jogo. Acredite se quiser!

 


O síndroma de Segunda-feira ... A Simbologia das Cartas ...